Informativos e Dicas

Fertirrigação de pastagem - técnica de grande benefício ao meio rural

Fertirrigação de pastagem - técnica de grande benefício ao meio rural
A irrigação de pastagem é uma técnica que traz muitos benefícios ao meio rural. Deve ser encarada como um processo de suprimento de água para as culturas, na quantidade e na hora correta, evitando, assim, desperdícios de água e gastos desnecessários. Sua principal função é proporcionar um aumento no consumo de nutrientes e aumentar a atividade de vida do solo. Isso significa que, se não houver uma reposição equilibrada de nutrientes, via adubação, o sistema pode entrar em colapso. Em resumo, de nada adianta irrigar as pastagens sem fazer adubação.

A necessidade de água pelas plantas varia de acordo com a fase de desenvolvimento e com as condições climáticas locais. Plantas jovens, por exemplo, consomem menos água que plantas adultas em pleno desenvolvimento. Além disso, plantas cultivadas em local de clima seco e quente necessitam, diariamente, de maior quantidade de água, se comparadas com outras cultivadas em ambientes úmidos e com temperaturas amenas.

Na pecuária a pasto, a irrigação tornou-se o nível tecnológico mais elevado a ser atingido e tende a se tornar, com o tempo, uma alternativa de grande viabilidade para a maioria das propriedades. No entanto, alguns erros grosseiros são comumente cometidos nos sistemas de irrigação de pastagens atualmente aplicados no Brasil. São eles:

Erros mais cometidos com a irrigação de pastagens:

- Irrigação feita com tempo frio (2 a 4oC no solo). 
- Irrigação feita com o solo já úmido. 
- Excessivo abastecimento de água, deixando a planta “mal habituada”. 
- Excesso de água também aumenta as perdas de nutrientes por lixiviação e diminui a aeração. 
- Irrigar de mais ou de menos. 

A fertirrigação 

fertirrigação é a dissolução de fertilizantes solúveis em água e a aplicação da solução produzida através do sistema de irrigação. São benefícios da fertirrigação:

- Redução dos custos de aplicação de fertilizantes de 50% a 87% dada a economia de mão de obra, maquinário e equipamentos; 
- Reduz a compactação do solo, já que ocorre uma redução muito grande na passagem de máquinas pela área; e
- Os adubos são aplicados de forma mais uniforme, principalmente os micronutrientes, que são aplicados em pequenas quantidades, o que impossibilita a regulagem das máquinas convencionais encontradas no mercado. 

Ter um sistema de irrigação e não aproveitar as vantagens da fertirrigação é um contrassenso, pois o aumento de custos com a irrigação da pastagem poderá ser compensado pela redução nos custos com adubação, por causa do melhor aproveitamento dos fertilizantes e da redução nos custos de aplicação.

 
Por Silvana Teixeira

Informativos e Dicas

Cotação Online
Nenhum item encontrado...